Pedras Azuis


Estou iniciando este blog com um poeminha dedicado ao Paulinho Pedra Azul:


Pedras Azuis

As pedras de Minas
criam musgos azuis
com tons de luar:

a voz de Paulinho Pedra Azul
um sol em si
pendoando amores claros
no ar.

9 comentários:

Primeira Pessoa disse...

meu ídolo aderiu à blogosfera.
vou divulgar.

Daniela Delias disse...

Ah, que bonito!!!
Nosso ídolo!
Beijão!

Paulo Hugo disse...

Se for medir pela cor, acho que deixei de ser azul e fiquei vermelho! Grato, grande poeta, enfeitiçador de amores e ternuras! Sou seu fã!
Paulinho Pedra Azul.

romerioromulo disse...

um grande abraço,wilson.
romério

Fernando Campanella disse...

Bem-vindo ao mundo da blogosfera, Wilson, e começou com um belo poema. Abraços.

Wilson Pereira disse...

Oi amigos,
Estou ainda engatinhando (coisa de mineiro, não é?)nesse terreiro virtual. A criação do blog surgiu porque quando fui postar um comentário sobre um texto do Roberto Lima no Tertúlia Pão de Queijo, abriu-se uma tela solicitando a criação do blog pessoal. Aí segui os procedimentos. Eu já me dava por satisfeito de participar do Tertúlia.
Mas já que iniciei a aventura, vou prosseguir com ela. Logo mais posto uns poeminhas.
Obrigado pelos comentários generosos.
Abraço
Wilson Pereira

Maria Paula Alvim disse...

Oba, talvez agora eu não precise mais esperar as 3as. feiras pra ler um novo poema seu.

Bem vindo à blogosfera, Wilson

Maria Paula

Tania regina Contreiras disse...

Que bom que agora há um espaço íntimo, teu, onde podemos chegar mais vezes...
Abraços,

Wilson Torres Nanini disse...

O Paulinho, de fato, nos azuleja a alma.

Abraços!