Alienação

Eu quis ser marxista,
mas desisti
quando percebi
que pela política
o mundo não tem conserto.

Optei pela arte
e fui ao concerto de Mozart.

(Brasília, 14/12/2011)

3 comentários:

Tania regina Contreiras disse...

Uma troca sensata, Wilson...Quando não há consertos, restam os concertos... :-)
Bjos

Verso Aberto disse...

Wilson Pereira, meu amigo
estive numa correria louca aqui
só agora vi o seu belo blog
parabéns e
bem-vindo à blogosfera

abs

(a melhor opção pode vir com ou sem acerto... mas com poesia, certamente)

Ana Paula disse...

olá Wilson...Lembra de algumas aulas que deu em Coromandel no colégio Isaac Newton para um grupo de alunos? Eu e meu irmão William fazíamos. Saudades daquele tempo que eu adorava escrever e ler.Dei uma parada absurda e sinto realmente falta viu.Bom reencontrá-lo. abraços